Chega de compulsão!!!!!

Pare,agora!
Para se livrar do impulso de comer – que tanto prejudica a dieta – só existe uma forma: saber diferenciá-lo da fome verdadeira e adotar atitudes que a mantenham afastada dele. Para facilitar a sua vida, testamos 11 dicas para acabar com este vilão. Veja quais funcionam e quais você não deve nem perder seu tempo tentando aplicar no dia a dia

Por Patrícia Banuth

Você tenta manter uma dieta saudável, mas quando coloca a cabeça no travesseiro e pensa em tudo o que comeu durante o dia percebe que fez tudo errado. Neste momento, você se lembra do enorme pedaço de pizza que devorou de manhã ou do brigadeiro que comeu depois do almoço. O engraçado é que parece que esses abusos foram feitos inconscientemente. E foram mesmo.

É bem provável que tenha um vilão que atende pelo nome de impulso rondando você. “Ele é a principal causa da obesidade, do sobrepeso e do efeito sanfona nas pessoas que tentam emagrecer”, afirma o neurologista e psiquiatra Sidney Chioro. Durante 15 dias, testamos 11 dicas para acabar com o impulso de comer, elaboradas com a ajuda do endocrinologista e membro da Associação Brasileira de Obesidade (Abeso) Alfredo Cury e das nutricionistas Rosimary Luz de Oliveira e Vivian Zollar. Veja como foi a nossa experiência neste desafio e descubra o que realmente ajuda a acabar com o impulso.

1. Quando estiver com vontade de comer chocolate, substitua-o por uma banana assada com aveia

Para quem, como nós, adora banana, essa troca mais saudável dá supercerto. Quando você esquenta a fruta, ela fica naturalmente mais doce, e isso já faz a vontade de comer uma guloseima passar. Vale a pena acrescentar um pouco de mel para deixar a receita ainda mais gostosa. Por fim, a combinação com a aveia fez que a gente se sentisse saciada por várias horas e perdesse de vez a vontade de procurar algum doce para comer logo em seguida. Também dá supercerto com frutas como abacaxi e maçã.

Funciona
“A combinação de banana e aveia contém altas doses de triptofano e auxilia o organismo a liberar serotonina. A pessoa tem uma sensação de bem-estar e isso faz que ela não ataque outras coisas doces para comer.”
Rosimary Luz, nutricionista

2. Não coloque as travessas de comida na mesa

Se você não costuma fazer as refeições em casa, a dica não ajuda muito. Mas quando isso acontece e a comida está sobre a mesa, é mais difícil resistir ao impulso de repetir o prato ou pelo menos o alimento que mais gosta.

Funciona
“É como diz aquele ditado: ‘o que os olhos não veem o coração não sente’. Quando você coloca toda a comida na mesa, fica mais fácil repetir, seja porque está muito gostoso ou porque você está ali sentada fazendo companhia para alguém. A tentação é realmente o grande problema.”
Alfredo Cury, endocrinologista

3. Nos momentos em que dá aquela vontade de comer um doce bem gostoso (e bem gordo!), tome água que passa

Nós percebemos que quando tomávamos mais água a vontade de comer ou “beliscar” durante o dia diminuía bastante. Agora, todas temos uma garrafinha perto da mesa de trabalho, pois assim conseguimos controlar a impulsividade por guloseimas no meio da tarde. Mas dizer que a vontade de comer doce passa ao tomar água, isso nunca!

Não funciona
“A água não saciará sua vontade por doces, apenas ajudará na sua hidratação. Em vez de beber muita água, opte por trocas inteligentes, que são mais eficazes.”
Rosimary Luz, nutricionista

 

4. Quando alguém estiver comendo algo que você gosta muito e você não quiser cair em tentação, cheire-o. O aroma do alimento diminuirá essa vontade

Isso não funciona mesmo! Tudo bem, nós até conhecemos pessoas que dizem conseguir fazer isso, mas, para nós, cheirar um pedaço de brownie, por exemplo, só nos deixava com mais vontade de comê-lo. Depois de sentir aquele cheiro delicioso de chocolate com nozes, o pensamento que vinha à nossa cabeça era: “nossa, que delícia”. Resultado: não resistíamos e caíamos em tentação.

Não funciona
“Com a experiência que tenho com os meus pacientes, não acredito nisso. A pessoa que sente apenas o odor do alimento não vai conseguir ficar só nisso. Por mais que fale que não, ela vai acabar comendo depois.”
Rosimary Luz, nutricionista

5. Anote em um caderno todas as guloseimas que você comeu durante o dia e quantas calorias cada uma delas tem

Foi muito difícil acostumar a anotar tudo o que se come. Primeiro, porque consideramos guloseimas apenas os alimentos doces, e não sabemos se isso está certo. Depois, porque sentíamos que nosso cérebro ativava um mecanismo de amnésia que nos impedia de fazer esta lista. Resultado, nos poucos dias que conseguimos anotar todas as guloseimas e suas respectivas calorias, nos assustamos! Não tínhamos noção do quanto de “besteiras” consumíamos diariamente.

Funciona
“Quando a pessoa anota tudo o que está comendo, ela consegue ter uma ideia melhor de como está se alimentando. Se você teve o impulso de comer dez brigadeiros, por exemplo, e anota isso, depois, vai refletir sobre o seu ato. E então, você pode pensar que se tivesse comido apenas dois teria sido o suficiente. A partir do momento em que você tem consciência de tudo que realmente comeu, fica mais fácil não comer por impulso.”
Rosimary Luz, nutricionista

6. Coma sempre devagar, assim vai ser mais fácil não repetir a comida por gula

A ansiedade excessiva pode impedir de comer mais devagar. Sendo assim, procuramos durante as refeições mudar esse hábito. Depois de várias tentativas, nos sentimos mais saciadas com menos alimentos. Assim, realmente acreditamos que com essa mudança é possível reduzir a quantidade ingerida e manter o peso ideal.

Funciona
“Se você come com calma, percebe que consegue se sentir saciada com menos quantidade. Agora, quando você senta naquela pilha e acaba engolindo a comida, só para de comer quando o estômago está realmente cheio.”
Alfredo Cury, endocrinologista e membro da Abeso

7. Escove os dentes logo após terminar de comer

Esta dica parecia fácil e conseguimos manter o hábito na maioria dos dias. Mas bastava ficarmos cheias de tarefas para deixar a escova de lado e só nos lembrarmos dela no fim da tarde, já na hora do lanche. No entanto, ficou muito claro para todas nós que escovar os dentes logo em seguida às refeições ajuda a cortar o hábito de lanchinhos extras, cafés e doces após o almoço. Além, é claro, de contribuir para a saúde bucal!

Funciona
“Quando você adota este hábito, dá um recado ao seu estômago e ao seu cérebro de que você acabou de se alimentar e ele se acostuma com isso, como se acostumará se depois das refeições você sempre comer um bombom. A lógica para o seu corpo é a mesma.”
Alfredo Cury, endocrinologista e membro da Abeso

 

8. Coma a cada três horas

Para a gente foi fácil, pois já temos este hábito. Isso significa que o estômago se acostumou a avisar a hora certa de comer e é difícil sentir uma fome imensa ao longo do dia. O problema é que se alguém tem um docinho por perto, sempre tem lugar para mais um pouquinho. A tática é boa, mas a ordem é vigiar o tempo todo!

Funciona
“Quanto mais difícil for a meta em relação à sua alimentação, maior a chance de você se render aos impulsos. Programar seu corpo para sentir fome e saciedade é um bom começo. Estabeleça horários adequados para se alimentar, evitando grandes intervalos. Comer a cada três horas é uma boa pedida, assim você evita uma sensação de fome exagerada.”
Vivian Zollar, nutricionista funciona
Fome ou impulso? 

Se você acabou de comer e ainda sente fome, pense se está enfrentando algum tipo de emoção que pode acionar aquele desejo quase que incontrolável de mastigar algo. É importante saber que o impulso nada tem a ver com a fome verdadeira.

“A fome é uma necessidade fisiológica que o organismo tem de repor a energia gasta para sobreviver. Já o impulso está diretamente ligado às emoções e não é uma necessidade. É um hábito”, explica o endocrinologista Alfredo Cury.

Se você quer se livrar do impulso, o primeiro passo para eliminá-lo da sua vida é saber identificar os momentos em que você come movido por ele. A partir daí, é possível se proteger no dia a dia com as dicas que testamos.

“Quando comemos adequadamente, a fome é substituída pela sensação de saciedade. Já quando comemos por impulso, o ato de comer acontece independentemente da sensação de fome e, muitas vezes, a sensação de saciedade não é suficiente para fazer que você pare de comer”, ensina a nutricionista Vivian Zollar.

Assim, se você estiver com vontade de comer algum alimento específico, principalmente gorduroso e calórico, pode ter certeza de que o impulso está rondando. Se o que você está sentindo fosse realmente fome, seu corpo se manifestaria com alguns sinais, como aquela sensação de vazio no estômago e até fraqueza e dor de cabeça quando ela atinge seu auge.

9. Em vez de comer um salgado inteiro, coma só um pedacinho

Este desafio não é muito difícil, conseguimos cumprir comendo metade ou pequenas porções. O bom é que você se sente menos culpada e o corpo agradece pelo controle da ingestão de sódio, gorduras, etc. Mas algumas vezes, confessamos, acabamos comendo tudo, sempre em dias mais estressantes. Então, não deu muito certo.

Não funciona
“Você está com vontade de comer um pão e resolve que vai comer apenas um quarto dele. Mas depois, durante o dia, come mais um pedaço, outro, e quando percebe, acabou comendo-o inteiro! Aí, não adianta nada. É legal reduzir a quantidade que você costuma ingerir. Mas é preciso tomar muito cuidado para não se enganar.”
Rosimary Luz, nutricionista

10. Não leve a ansiedade para a mesa

A dica não é tão simples, já que o mais comum é chegar ao restaurante agitada e ficar pensando nas milhares de coisas que ainda temos para resolver durante o dia. Mas, como decidimos testar as dicas, sempre que sentávamos à mesa o pensamento era de que aquele é o momento de se alimentar e ponto. Foi preciso muita concentração, mas conseguimos ter mais consciência.

Funciona
“Como uma das causas mais comuns de se comer por impulso é a ansiedade, procure amenizá-la e não descontá-la na comida. Praticar exercícios físicos e ter outras atividades que proporcionem relaxamento, por exemplo, ajudam bastante no melhor controle deste sentimento.”
Vivian Zollar, nutricionista funciona

11. Coma uma salada de entrada

Quando comemos apenas uma salada, em um prato separado do restante da comida, a sensação é de não ficar com tanta fome para encarar o prato principal. Às vezes, sobrava até parte da comida no prato. O problema é que, enquanto estávamos nos saciando ingerindo a salada, a comida esfriava! Nos primeiros dias isso foi muito ruim. Mas basta se adaptar no restaurante self-service e passar duas vezes na fila em vez de misturar tudo no mesmo prato.

Funciona
“A dica funciona porque a salada vai ocupar um espaço no seu estômago e isso vai fazer que você coma menos.”
Alfredo Cury, endocrinologista e membro da Abeso

Fonte: Revista Dieta Já

Publicado em Compulsão Alimentar | Marcado com , | Deixe um comentário

Fome e Saciedade

Fome e saciedade. Entenda como estes processos ocorrem.

Entenderam gordinhas?

Bora comer devagar e mastigar bastante..

 

Publicado em Saciedade | Marcado com , | Deixe um comentário

Você sabe por que engordou? Eu sei…

Olha só a sacanagem.. rsrsrs

Prontinho.. descobrimos os culpados! rsrs

 

Publicado em Rapidinhas | Marcado com , | Deixe um comentário

Cheguei

A gordinha chegou toda eufórica e fez até pudim para comemorar seu novo blog.. seria cômico senão fosse verdade.

Essa doideira escrita ai em cima é basicamente a loucura de um dia de compulsão alimentar em que meu corpo pede desesperadamente um pedacinho de doce.

Pode ser TPM, vício de açúcar, safadeza mesmo.. podemos colocar vários nomes para essa ação mas a única coisa que nesse momento eu tenho certeza é que eu preciso desesperadamente de ajuda.

Ajuda para me levantar, ajuda para enxergar os passos que eu estou dando e principalmente para eu agir.. por que isso sinceramente é difícil acontecer aqui.

Não vou prometer que dessa vez será diferente por que não vou cumprir e não quero mentir mas quero deixar mais leve tudo o que eu for passar desse dia em diante. Uma das coisas desses anos que tentei emagrecer que só fui enxergar hoje é que exijo demais  e isso faz com que eu não me permita cair.. qualquer pessoa pode ser seu deslize mas se isso acontecer comigo antes era abandono de dieta na certa.

Então vamos começar?

Sem cobranças, sem chororo e sem lamentações..

Por hoje chega de gordices!!!!!

Publicado em Inicio | Marcado com , , | Deixe um comentário